domingo, 28 de dezembro de 2008

Bem, o fim do ano...





Chegou!

como sempre chega, e sempre se vai... Chegou!

Você acorda, come o resto do panetone, depois sai com os amigos, logo tem aulas ou trabalho, ou ambos... Conversas, rotinas, problemas, soluções, festas, choros...

Tédio.

Mas isso tudo dura duas semanas... Então vêm as festas e as bundas na tv, confetes e 40 dias rasos e quentes, chuvosos...

Chocolate, feriados! Depois a monotonia volta a reinar... mas quando menos espera, todos vão à praia, ou às termas mais próximas. Então o calor toma conta mais uma vez, e a chatice aumenta incomensuravelmente... "É possível?", você se pergunta, toda vez. É... sempre é possível...

Mas as pequenas alegrias servem para te tirar da areia movediça da rotina, o que já é algo para te animar, é claro! [

Então, sem avisar, eis que ele está aí de novo... Pessoas mais risonhas, mais luzes nas noites, mais enfeites e mais monstros de bocas e presas arreganhadas querendo te devorar... Nas casas, música e cheiros inebriantes das mais diversas receitas...

É ensurdecedora, é cegante, é atroz essa época do ano... Chegou, já vai... mas voltará!





-----------------------------------------------------

Sim, eu não sou fã do fim do ano... e tenho meus motivos!

4 comentários:

Opium eater # disse...

estamos juntos nessa

Mushi disse...

sempre estamos, ne beibe?

Azrael disse...

é uma epoca que eu gosto...

é como um grande baile de mascaras... escolhemos a de "bonzinho" ou de "caridoso" e saiomos pelas ruas dançando a grande valsa da hipocrisia...

bárbara alencar disse...

pra mim natal é clichê burguês. presentes, dinheiro, compras, gastos, vendas. e pelo amor de deus, geral já até esqueceu quem é jesus. alias sinceramente? esquecer eu não esqueci, mas valorizar eu tmb nao valorizo. só sei que vim de ano, hoje em dia, é a época de ganahar presentes, e só. por isso fico vendo tv, graças a deus só pago a energia pra fazer isso.