segunda-feira, 17 de novembro de 2008

Bem, havia um passarinho...

Qual o limite pra chatisse?

Quem define o que é eticamente plausível de se suportar e o que já é um desacato à sensibilidade moral?

Eu defino o que considero legal, razoável, tolerável e chato para mim?

*

Que atitudes tomar contra algo chato?

Sim, claro, vai depender do grau de chatisse, eu acho, mas será que o assassinato seria uma saída?


Quero matar um pássaro extremamente chato, mas ele ainda não passou da linha comigo... Me conhecendo, posso prever que ele passará, mas ainda vai levar algum tempo para ele chegar lá... será que antecipar sua execução é eticamente aceitável, considerando que o tempo é uma ilusão?

Ou deverei dar-lhe a chance de ser ainda mais chato do que está sendo, a ponto de enlouquecer-me e eu não ser mais responsável pelos meus atos?

É melhor um assassinato racional, calculado, frio e com significado, ou uma brutalidade insana, desqualificada e cruel além da conta?



Sei que questionei demais hoje, embora, como todos sabem, quando nos questionamos algo, freqüentemente já temos as respostas... pelo menos as respostas que nós queremos que estejam certas, ou que nos sirvam. Então, tudo isso que eu perguntei hoje foi apenas para externalizar o que eu estou pensando e remoendo, junto com o que eu quero fazer, o que eu penso em fazer e, é claro, com o que eu vou fazer.

Na verdade, quero que todos os que lerem isso aqui pensem a respeito e possam ter alguma dúvida em seu dia... Pois um dia com perguntas gera semanas de respostas...


Na verdade nua e crua, eu só escrevi isso tudo porque eu já não escrevia nada há semanas, e eu quero escrever algo desde a semana passada, pelo menos... Acabou que forcei a minha musa interna (perdão às minhas musas leitoras) a fazer algo por mim...

Até que consegui... bem, talvez não seja algo inspirado/inspirador, mas com certeza é algo com muitas letras e até alguma imagem...

Bom, antes que a metalinguagem afete demais esse texto, vou ficando por aqui!!

Abraço!

2 comentários:

Opium eater # disse...

amo sua musa interna (:



carpe NOCTEM ( ;D )

mimimimi disse...

hmm...

acho q ser chato não é algo q me faria assassinar algo ou alguem... talvez algo excessivamente irritante.
chato eu posso só ignorar.


;*