quinta-feira, 29 de julho de 2010

Bem, conversinhas etílicas com minha mãe...








Ato 1, cena 1

Eu na sala, digitando ao computador. Minha mãe chega em casa, ouve o barulho do computador e grita da área de serviço:

-Coração!!!


Vem até a sala e me vê no pc. Faz muxoxo de desânimo. Eu respondo:

-Não sou seu coração... seu coração é o outro.

Ela tenta recuperar o amor do filho, brincando:

-Então é meu fígado.

Minha resposta, sem tirar os olhos da tela do computador:

-Não posso ser o fígado.. bebo mto álcool.

Fingindo preocupação de mãe:

-Vou te levar no AA, filho... domingo é a reunião.

Enfim, olho-lhe nos olhos:

-Nem rola, mãe... domingo é dia de boteco.



4 comentários:

...Natasha disse...

Oh rapaz bonito dando dedo! hehehe

porque você não poderia ser o coração dela também? que palha ;P

Azrael disse...

quinta é dia de boteco

Simplesmente Ju disse...

Haushaushaus!!! Vc é fera!!!!!

Recordar-te é sentir de súbito um sopro disse...

É... ainda bem que vc não é meu filho, pq se não iria levar umas boas bofetadas na orelha!! auhauhauhauha